Ao lado do governador Paulo Câmara, do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Adalberto Melo e de diversas outras autoridades, o presidente do TCE, conselheiro Marcos Loreto, participou nesta quinta-feira (05) no Centro de Convenções de Olinda do 5º Congresso Pernambucano de Municípios. 

Cerca de 120 prefeitos participaram da abertura do evento, que contou também com várias oficinas e será encerrado nesta sexta-feira. Também compuseram a mesa de autoridades, dentre outras, o prefeito de Olinda, Lupércio Nascimento, o presidente da Amupe, José Patriota, o procurador geral do Estado, César Caúla, o superintendente do Sebrae em Pernambuco, Osvaldo Ramos e o deputado federal Tadeu Alencar.

O prefeito de Olinda fez a abertura do Congresso e o governador Paulo Câmara o encerramento. O tema deste ano foi “Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”. Na ocasião, a Amupe e o Sebrae fizeram o lançamento do prêmio “Prefeito Empreendedor”, cujas inscrições serão abertas no próximo mês de maio, e do “Anuário dos Municípios” em versão digital.O “Anuário” contém informações valiosas sobre todos os 184 municípios pernambucanos e será lançado também em versão impressa.

AGRADECIMENTO - Ao dar as boas vindas às autoridades, o presidente da Amupe, José Patriota, agradeceu a presença do presidente do TCE, que, minutos antes da abertura do evento, em entrevista à Rádio CBN, disse que o Tribunal de Contas não pode abdicar de suas atribuições constitucionais, de fiscalizar os gestores públicos, “mas isso não nos impede, como tantas vezes temos feito, de levarmos em consideração em nossos julgamentos a crise que eventualmente venha a ser enfrentada pelos municípios, seja por razões climáticas, seja por razões de natureza fiscal”. Último a falar no evento, o governador Paulo Câmara defendeu que se instale no Brasil, de imediato, um debate sobre a crise do federalismo, que permanece esquecido por falta de interesse dos agentes políticos.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 05/04/2018