Servidores lotaram o auditório do Edf. Dom Helder na manhã desta terça-feira (06) para o lançamento do livro comemorativo pela passagem do Jubileu de Ouro do Tribunal de Contas de Pernambuco. O evento contou com a presença do presidente Marcos Loreto, dos conselheiros Carlos Porto, Teresa Duere e Valdecir Pascoal e dos conselheiros substitutos Carlos Pimentel, Ruy Harten e Marcos Flávio, que atualmente responde pela Auditoria Geral da instituição. A procuradora geral Germana Laureano e a procuradora Eliana Lapenda representaram o Ministério Público de Contas.

A abertura da solenidade foi conduzida pelo diretor de Gestão de Pessoas, Paulo Otávio Cavalcanti, que deu as boas-vindas a todos e convidou o arquiteto e poeta paraibano Jessier Quirino para uma apresentação onde declamou poemas e contou ‘causos populares’ de sua autoria. A obra do artista, nascido em Campina Grande, possui um misto de lirismo, humor e nordestinidade, com fortes influências da poesia matuta de Zé da Luz e Zé Laurentino, dentre outros, e no cantar de repentistas e no universo de cantadores e folcloristas sertanejos, sempre destacando o vocabulário popular, rico e pitoresco do Nordeste.

Na sequência, foi apresentado um vídeo institucional que está sendo veiculado pela TV Globo Nordeste em homenagem aos 50 anos. O vídeo fala da atuação do Tribunal em áreas como educação, saúde, transporte, merenda escolar e outros serviços, contribuindo para a transformação da vida do cidadão e da sociedade.

Em seguida, o presidente Loreto agradeceu a todos os servidores que, direta ou indiretamente, ajudaram a construir a história do TCE desde a sua criação, em 1968, até os dias atuais. Sobre Inaldo Sampaio, autor da publicação intitulada “50 anos TCE-PE”, ele enfatizou a valiosa contribuição prestada pelo jornalista, desde a sua chegada ao tribunal em 1992 para implementar e comandar a área de comunicação da instituição. “O livro reúne o registro dos principais fatos que marcaram a história desta Casa, os avanços e conquistas alcançados, a evolução tecnológica, organizacional e de infraestrutura pela qual passamos nesses cinquenta anos”, complementou Loreto.

Inaldo Sampaio encerrou o encontro destacando o orgulho e a satisfação com os quais assumiu a responsabilidade pela elaboração da obra, por ele retratada como um ‘livro-reportagem’, missão que lhe foi conferida pelo próprio Marcos Loreto, ao assumir a presidência do Tribunal, em janeiro deste ano. “Fazer o registro histórico de uma instituição que é referência de seriedade e competência em tudo aquilo a que se propõe desenvolver e abraçar é algo que procurei desempenhar com o meu máximo esforço e dedicação”, destacou.

PROGRAMAÇÃO – As comemorações do Jubileu de Ouro do TCE tiveram início no dia 15 de outubro com uma missa solene e o corte do bolo dos 50 anos. A programação prosseguiu essa semana com uma mostra de arte que ocorre desde a última segunda-feira (5), aberta também ao público externo, no estacionamento do Edifício Dom Helder e que se estende até a próxima sexta-feira (9). Nesta quarta-feira (07), haverá o descerramento da placa comemorativa aos 50 anos pelo presidente Marcos Loreto, no térreo do edifício-sede da Instituição.

A programação se encerra na quinta-feira (8) com a solenidade de entrega da Medalha do Cinquentenário do TCE, que contempla 50 homenageados, entre autoridades, ex-conselheiros do Tribunal e servidores da Instituição. A solenidade acontece às 17h, no auditório do Edf. Dom Helder. Ao final, será inaugurada a escultura em homenagem ao Jubileu de Ouro, afixada na área externa do TCE.

Confira a lista dos homenageados clicando aqui.

Para acessar a programação completa, clique aqui.


Gerência de Jornalismo (GEJO), 06/11/2018