A procuradora geral do Ministério Público de Contas, Germana Laureano, foi empossada em Brasília, nesta terça-feira (19), no cargo de diretora executiva do Conselho Nacional dos Procuradores Gerais de Contas (CNPGC). A nova diretoria, tendo como presidente a Procuradora Geral do MPCO de Minas Gerais, Elke Andrade Soares de Moura, foi eleita por unanimidade para o período de um ano. A solenidade aconteceu no auditório Interlegis, do Senado, onde também foi ocorreu a posse da nova diretoria da Associação Nacional do Ministério Público de Contas (AMPCON).

"É uma honra somar esforços com outros colegas Procuradores Gerais de Contas do País para o aperfeiçoamento e a uniformidade das ações do Ministério Público de Contas Brasileiro em defesa da boa gestão dos recursos públicos", comentou Germana Laureano. 

O CNPGC foi criado em 2004 com a finalidade de aprimorar os trabalhos produzidos pelo Ministério Público de Contas. Trata-se de uma instituição privada, sem fins lucrativos, que congrega os procuradores gerais de contas de todo o Brasil. O órgão conta atualmente com 32 membros. O TCM de São Paulo é o único do país que não conta com Ministério Público de Contas, fato que está sendo analisado pelo Supremo Tribunal Federal.

Entre as atribuições deste Conselho destacam-se a defesa das prerrogativas do Ministério Público de Contas, a integração entre seus membros e o intercâmbio de boas práticas. 

Gerência de Jornalismo (GEJO), 19/03/2019