O TCE informa que, devido à manutenção dos servidores de banco de dados do Tribunal, todos os sistemas corporativos ficarão indisponíveis
no próximo sábado (23), das 7h às 18h.

Como parte das comemorações em torno do Dia Nacional dos Tribunais de Contas, celebrado neste 07 de novembro, o TCE está lançando em sua página na internet um hotsite com um registro histórico das principais auditorias que marcaram a  atuação da Instituição ao longo dos seus 51 anos de atividades.

A iniciativa da Diretoria de Comunicação do TCE de resgatar os trabalhos teve como objetivo tornar público um material de tamanha relevância e importância para a sociedade, uma vez que apontou incorreções em editais e contratos realizados pela Administração Pública, evitando assim o gasto irregular do dinheiro público e os eventuais prejuízos aos cofres dos municípios e do Estado de Pernambuco.

A página traz um resumo de onze auditorias que marcaram as fiscalizações do TCE e fizeram história na Instituição como a duplicação da BR-232, a obra da Via Mangue, a privatização da Celpe, o alargamento do Canal do Fragoso, a Operação Suíça em Garanhuns, que revelou um esquema de fraude em licitações, a construção da Arena de Pernambuco e as obras de mobilidade da Copa de 2014, entre outros trabalhos de grande impacto na vida do cidadão.

As informações foram coletadas junto às equipes técnicas e gerentes que participaram dos trabalhos de fiscalização, além de pesquisa nos documentos das auditorias e das deliberações do TCE e na imprensa.

Na lista, estão incluídos ainda o Diagnóstico sobre a Destinação Final de Resíduos Sólidos e o Levantamento das Obras Inacabadas/Paralisadas do Estado, realizados anualmente pela instituição, bem como a participação nas operações Comunheiro I e II, Suíça, Fraus e Mata Norte, deflagradas pelas Polícias Civil e Federal para apurar esquema de lavagem de dinheiro e fraude em licitação. 

O trabalho não é conclusivo e outras auditorias poderão ser incluídas na página ao longo do tempo, como forma de atualizar as informações.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 07/11/2019