Suporte técnico a sistemas - segunda a sexta - 0800 281 7717 ou atendimento@tce.pe.gov.brdas 8h às 17h.

Ouvidoria - 0800 081 1027- segunda a sexta, das 7h às 13h ou ouvidoria@tce.pe.gov.br

 

O expediente do TCE-PE, incluído o atendimento no protocolo, nos dias de jogo do Brasil na Copa do Mundo, se encerrará duas horas antes do jogo.

 


O conselheiro Valdecir Pascoal recebeu, na tarde dessa quarta-feira (23), a Medalha do Mérito Patrono Roberto Lyra, a mais alta condecoração concedida pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) a pessoas que se destacaram com relevantes serviços prestados à sociedade. A solenidade fez parte da programação comemorativa da Semana do MPPE e contou com a presença da Procuradora-Geral em exercício do Ministério Público de Contas, Maria Nilda da Silva, e de diversas autoridades do Estado.

“O Ministério Público sente-se honrado em poder conferir a maior condecoração no âmbito desta Instituição ao conselheiro Valdecir Pascoal pelos relevantes serviços prestados à sociedade pernambucana, na condução sempre zelosa e eficiente de seu mister, inclusive sem descuidar de promover o bom diálogo institucional e a cooperação nas ações de interesse comum do Estado”, ressaltou o Procurador-Geral de Justiça MPPE, Paulo Augusto de Freitas Oliveira, que fez a entrega da medalha ao conselheiro.

O conselheiro Valdecir Pascoal agradeceu a premiação, destacando a satisfação de ser homenageado pelo Ministério Público. “É uma honra receber esta medalha vindo de uma instituição pública de referência para o nosso Estado e com tantos  serviços prestados. Também quero parabenizar ao MPPE pelos seus 131 anos de história completados em junho”, afirmou. No discurso, ele fez também uma defesa da Democracia e dos papel das instituições de controle, como os Tribunais de Contas e os Ministérios Públicos. “Não existe democracia sem controles independentes e que zelem pela probidade e qualidade das políticas públicas”, disse. 

Sobre o debate acerca das responsabilidades fiscal e social, o Conselheiro defendeu que esse conflito é apenas aparente e que se resolve com escolhas de prioridades orçamentárias, reavaliação de gastos e renúncias de receitas, tributação progressiva e âncoras fiscais que não inibam investimentos em saúde, educação e meio ambiente, sempre priorizando o combate às desigualdades. Mais uma vez, destaco que nosso papel é o controle dialógico, consensual, preventivo e sancionador. Com os pés no chão, mantenho meu otimismo. Vamos superar os desafios com trabalho, paciência, lucidez, sem heroísmos e ilusões”, concluiu Pascoal.

Entre os homenageados estavam também a governadora e a vice-governadora eleitas, Raquel Lyra e Priscila Krause, a senadora eleita, Teresa Leitão, os ex-procuradores-gerais de Justiça do MPPE, Paulo Bartolomeu Rodrigues Varejão, Aguinaldo Fenelon de Barros, Carlos Augusto Arruda Guerra de Holanda, os ex-procuradores-gerais de Justiça Francisco Dirceu Barros, Francisco Sales de Albuquerque e o Defensor-Público Geral do Estado, Henrique Seixas.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 24/11/2022